Painel do Servidor- Edição 494 16/02/2018

Dar nota para esse item
(0 votos)

Acesse aqui a íntegra da edição nº 494 do Painel do Servidor

 

 

 

Painel do Servidor - Edição 494 16 de fevereiro de 2018
BLOG SANDOVAL FILHO ANÚNCIO
Servidor público merece o respeito da Nação Governo paulista libera R$ 7,7 bi para pagar precatórios


É prática usual atribuir-se ao servidor público muitos males do país. A mais recente tentativa de demonizar aqueles que exercem ou exerceram funções públicas na União, nos estados e municípios envolve a Reforma da Previdência Social. A pretexto de combater privilégios, muitos atribuem aos servidores o rombo nas contas da Previdência. Querem, por isso, aprovar a Reforma para reduzir os valores devidos a essa parcela dos trabalhadores brasileiros. Leia mais no artigo do advogado Antônio Roberto Sandoval Filho, sócio-fundador da Advocacia Sandoval Filho.


O Governo do Estado de São Paulo anunciou no dia 9 de fevereiro que irá liberar R$ 7,7 bilhões para o pagamento de precatórios. Metade desse valor será destinado aos pagamentos através de acordos com os credores, nos quais o deságio será de 40% do valor devido. “É um percentual excessivo”, considera Messias Falleiros, diretor-executivo da Advocacia Sandoval Filho. “Iremos, no entanto, acompanhar a decisão do cliente, seja ela qual for.” A outra metade será destinada aos pagamentos em ordem cronológica, com prioridade aos idosos, aos portadores de doença grave e aos portadores de deficiência. Veja mais detalhes.
PAGAMENTOS AUMENTO
TJSP liberou em janeiro R$ 165 milhões para pagar precatórios Governo do Estado não pretende dar reajuste de 7% a servidores vinculados ao suporte pedagógico


O Tribunal de Justiça de São Paulo disponibilizou as informações sobre os pagamentos de precatórios da Fazenda, Autarquias, Fundações e Universidades do Estado referentes a janeiro de 2018. No período, apenas três precatórios em ordem cronológica foram pagos com um montante de R$ 165,7 milhões. Não foram pagos, no entanto, precatórios cujos titulares são credores prioritários. O TJSP explicou as razões. Saiba quais são.


No início do ano, o Governo do Estado encaminhou à Assembleia Legislativa de São Paulo o Projeto de Lei nº 1/2018, que prevê reajustar os salários dos servidores públicos. O projeto de lei quer aumentar em 7% a remuneração das classes de Professor Educação Básica I e Professor Educação Básica II do Quadro do Magistério. No entanto, para os demais educadores, deverão ser aplicados apenas 3,5% de reajuste salarial. A proposta ainda precisa ser votada pela ALESP. Veja mais.
Facebook

www.sandovalfilho.com.br

Efetue o login para postar um comentário

EDIÇÕES ANTERIORES

A Advocacia Sandoval Filho informa que o recebimento de e-mails estará suspenso entre os dias 17/12/2016 e 8/01/2017 por conta do período de recesso do Escritório.
Pedimos a gentileza de retornar o contato a partir do dia 9/01/2017. Agradecemos a sua compreensão.

fechar