Edição 203
Edição 203
A Corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon, afirmou que o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) está passando por momentos ruins, em decorrência da falta de estrutura e de inadimplência no setor de precatórios. De acordo com a ministra, a Corregedoria Nacional auxiliará o TJ a atender a grande demanda de pagamentos de precatórios. "O grande papel da Corregedoria é naturalmente o de pulsão disciplinar, e que nós estamos presentes", disse. Leia mais na matéria do Estadão.com.br.
Venicio Antonio de Paula Salles, coordenador da Divisão de Precatórios do Tribunal de Justiça de São Paulo (Dipre), rebateu as críticas feitas pela Corregedora Nacional de Justiça, Eliana Calmon. Salles relembrou que a ministra admitiu a dificuldade do próprio Conselho Nacional de Justiça em auxiliar o Tribunal de Justiça de São Paulo a organizar o pagamento de precatórios. O coordenador critica ainda a conclusão de relatório do CNJ, que afirma que o Tribunal paulista não respeita a ordem cronológica de pagamentos. Veja mais detalhes.

EDIÇÕES ANTERIORES

A Advocacia Sandoval Filho informa que o recebimento de e-mails estará suspenso entre os dias 17/12/2016 e 8/01/2017 por conta do período de recesso do Escritório.
Pedimos a gentileza de retornar o contato a partir do dia 9/01/2017. Agradecemos a sua compreensão.

fechar